Aurelino Leal: Secretário de Saúde participa de manifestação a favor de Dilma e Lula em Itabuna

IMG-20160318-WA0160
Foto: WhatsApp/Ubaitaba Urgente

O Secretário de Saúde de Aurelino Leal, Waldson Souza participou das manifestações a favor do governo da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula que aconteceu na tarde desta sexta-feira (18), na Avenida Cinquentenário, em Itabuna. A concentração teve inicio às 15 horas, no Jardim do Ó, e reuniu manifestantes de apoio à democracia e ao Governo Federal,. Os organizadores do evento afirmaram que o ato é reação a uma suposta tentativa de golpe. Um dos coordenadores da manifestação é o sindicalista e ex-vereador Luís Sena, do PCdoB que considera que existe um movimento de direita que está disseminando ódio e desesperança. “Precisamos e vamos reagir, sob pena de tudo o que foi reconstruído após 64 e os avanços da era Lula e Dilma serem jogados na lama”, afirmou. Uma grande mobilização foi realizada por gestores municipais a favor da presidente Dilma Rousseff para levar caravanas de correligionários do PT para participar da manifestação. Mais cedo a presidente Dilma Rousseff e o governador Rui Costa entregaram imóveis do Minha Casa, Minha Vida, hoje (18), em Feira de Santana, na Bahia, quando também houve cerimônia simultânea em Itabuna com a presença de autoridades estaduais e federais. Cerca de 10 mil pessoas são beneficiadas com a entrega de 2.556 imóveis nas duas cidades. (Alessandro Granda/Ubaitaba Urgente).

2 comentários em “Aurelino Leal: Secretário de Saúde participa de manifestação a favor de Dilma e Lula em Itabuna

  • 20 de março de 2016 em 11:54 am
    Permalink

    grande coisa não sei qual o prestigio q ualdison tem aqui em aurelino qto mais em outro lugar affff

    Resposta
  • 3 de abril de 2016 em 5:12 pm
    Permalink

    É isso ai exercendo seu direito de cidadão, a jovem democracia existe para essa finalidade e junto com a democracia o direito de expressão. Não aceito os feitos do governo atual em nível Federal, não aceito os apoios dados ao governo, mas em fim, direitos é direitos. Se o senhor secretário acredita no governo é justo sua manifestação.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *